Buscar
  • Luis Piccardi

Segurança do trabalho deve incluir cuidados com a saúde mental dos funcionários, ressalta juíza



Com a mudança repentina do regime presencial de trabalho para o regime remoto, o ambiente residencial se tornou comercial, ocasionando uma série de dificuldades para muitos trabalhadores. Entre as principais queixas, estão questões como problemas de ergonomia, ausência de ambiente exclusivo para trabalho e problemas para gerir tarefas domésticas durante o expediente, como o cuidado com os filhos.


Para auxiliar empresários e funcionários na gestão desse novo modelo de trabalho, a magistrada Mirella Cahú, que atua como Juíza do Trabalho Substituta na 4ª VT de João Pessoa, irá ministrar uma palestra sobre como manter a saúde e a segurança do trabalho na atualidade, nos modelos presencial e home office. O evento integra a programação do webinar Saúde e Segurança do Trabalho, que ocorre no próximo dia 7 de dezembro, e discutirá as adequações que devem ser feitas em tempos de pandemia.


“As normas de segurança e saúde devem ser aplicadas ao local onde há prestação de serviços, seja ele uma fábrica ou a residência de cada um dos trabalhadores. Muita gente ainda está despreparada para essa nova realidade, e no home office, há aspectos específicos que dizem respeito ao estresse, ao conflito família x trabalho e aos aspectos ergonômicos, que muitas vezes são desconsiderados”, explica.


Na ocasião, Mirella, que é especialista em Psicologia Organizacional e mestranda em Psicologia Social, também irá comentar sobre a importância do cuidado com a saúde mental dos trabalhadores, especialmente em momentos de crise. Para a magistrada, todos os trabalhadores precisam de atenção especial no momento em relação a fatores como estresse, medo e ansiedade, seja em casa ou no retorno ao ambiente de trabalho.


“Quando pensamos em segurança do trabalho, pensamos muitas vezes apenas em equipamentos de proteção individual (EPIs) e quedas, mas a legislação prevê um ambiente saudável do trabalho e isso também inclui aspectos de saúde mental. É preciso entender o reflexo dessa mudança de regime e também que retomar o trabalho presencial pode aplicar também um fator estressor, por causa do medo do contágio”, afirma.

--

Fonte: @O Povo

2 visualizações0 comentário

Av. Cap. Francisco Inácio, 168 - Centro -  Poá

R. Jacirendi, 60 – Tatuapé -  São Paulo

Poá: (11) 4638-2923 - 4638-7840

Tatuapé: (11) 2193-1051 / 2193-1081

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram

©  2020 by ch34. All rights reserved